30 de jan de 2012

São Paulo

Shopping Villa Lobos


Prédio da Rede Globo


Marginal Pinheiros


Ponte Octavio Frias de Oliveira - também conhecida como Ponte Estaiada


17 de jan de 2012

Alecrim bairro de Natal - RN


Quando viajo, sempre procuro descobrir o que o povo daquele lugar faz, onde comem, no que se divertem, além é claro de fazer os típicos passeios de turistas.

Essa foi a 03 vez que visitei Natal - RN, e sempre quis conhecer o famoso bairro do Alecrim, pois sempre ouço os Potiguares, dizendo "isso não tem no Alecrim", quando se referem a algum produto de qualidade.

E minha cunhada, que é um amor de pessoa, me levou em um sábado (o sol já era escaldante às 8:00 da manhã) ao famoso Alecrim, é um bairro grande, bem nordestino, tudo que tem na 25 de março tem lá, ou melhor, nem tudo, a 25 de março perde longe.

Fiquei tímida no início, mas não resisti, tirei minha câmara fotográfica da bolsa, e fiz alguns cliques, os quais estão aqui para deleite de todos.

Essa cobertura laranja é um aglomerado de lojas, tipo barraquinhas uma ao lado da outra, e a gente anda no centro, é tudo muito escuro, mas pelo menos é protegido do sol, e esses ventiladores ficam expostos na rua, isso mesmo não é na calçada não, é na rua mesmo.


Essa barraca vende as Havainas genéricas, ou seja, as falsificadas.


Aqui se encontra de tudo, desde de CDs, DVDs, jogos de MP3 até pen drive de 8 gigabyte.


Não sei porque o povo tem tanto preconceito com o Alecrim, tem até bolsa da marca Golla, que quase passa como original.




Olha a venda de panelas, registro de fogão, borracha para panela de pressão, tudo bem no meio da rua.


Meu lugar preferido no Alecrim, foi a feira de produto comestível. Apesar de algumas pessoas acharem que o consumo é impróprio, devido ao acondicionamento dos mesmos. rs.rs.rs.

Isso aí é queijo de cabra, a famosa manteiga de garrafa, e nos potes a coalhada.


Nos pacotinhos, são camarões bem pequenos.




Esse é o açougue, isso mesmo, a céu aberto.



Olha as galinhas caipira, o moço tem uma prática em cortá-las, que tive até vontade de fazer um curso rápido, pois quando vou ao mercado me recuso a comprar o frango inteiro, a tarefa de cortá-lo é muito trabalhosa e perigosa, no meu caso, é claro.


Detalhe para a bancada, onde são expostas as mercadorias.


O setor anterior era o de Aves, agora estamos no de Bovinos e Suínos.


Advinhe o que é isso ? acertou quem respondeu, tripa .... tripa de bode, já ouviram falar da Buchada de Bode, essa é a matéria prima, os canudos são as tripas, o produto ao lado é o bucho.


Vou ficar devendo algumas informações, porque o moço estava atendendo um cliente, e fiquei sem jeito de interrogá-lo, mas essa coisinha meio amarela próximo a faca, é língua de boi, e as coisas ao lado são miúdos, só não posso afirmar com exatidão o que é.


Olha o famoso charque, também conhecido como: carne de sol, carne-seca e jabá, esse nem precisa de refrigeração, quanto mais seco melhor.


Línguiça de porco, segundo um cliente, a melhor da região.


Preste atenção na garotinha, tapando o nariz, não preciso nem comentar o cheiro maravilhoso que exalava do lugar.


Esse foi um dos passeios de Natal, da próxima vez, quero visitar Caicó, famosa pelos bordados e de tudo que tem de bom em Natal, dizem que é de Caicó, pelo menos o gelado (picolé) da praia, é uma delícia, principalmente os de Mangaba, Ameixa e Cajá.